Select Page
Compartilhe: Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0

O sakê é mais do que apenas “algo para beber”. Ele é feito para se degustar e apreciar. E para poder aproveitar melhor os sabores dessa tradicional bebida japonesa, é interessante aprender como servi-la, não é mesmo?

Pois o post de hoje no blog vai se dedicar ao assunto. Afinal, como beber sakê?

Como beber sakê — as várias temperaturas de serviço

Muito embora, segundo especialistas, a maioria dos sakês possa ser consumido em temperatura ambiente, é sabido que, dependendo do tipo, ele pode ser beneficiado ao fazer um controle da temperatura. Separamos aqui as quatro principais categorias dentre 10 possíveis entre 5 e 55°C:

  • Gelado (5°C) — chamado de Yuki Bie, traz mais refrescância para a bebida e o aroma é mais sutil.
  • Frio (15°C) — em japonês, Suzu Hie. Mais indicado para sakês Premium, para poder apreciar os sabores mais sutis.
  • Ambiente (20°C) — ou Jou On (Jo On significa temperatura ambiente). É possível apreciar os sabores e aromas da bebida.
  • Morno (35°C) — Hitohada Kan é o serviço na temperatura corporal (média 36°C). O aroma e sabores, a essa temperatura, ficam mais suaves.

As temperaturas mais altas são boas para descobrir os bons sakês, já que acentuam aromas e sabores. Mas cuidado para escolher um rótulo que não cause alteração das propriedades com o aquecimento.

Para servir o sakê morno, coloque menos que 180ml na garrafinha, deixe até 2 minutos em banho Maria — água fervente — e tire para servir.

Sakê com gelo?

Essa é uma pergunta mais comum do que se imagina, principalmente em lugares mais quentes (como é o nosso caso). E a resposta, para surpresa de muitos é: sim. Dependendo do tipo de sakê, ele pode ser apreciado com gelo e, devido à versatilidade da bebida, ela vem sendo cada vez mais usada como ingrediente para drinks que também levam gelo, como a brasileiríssima caipirinha.

Recipientes para degustar o sakê

Como dissemos logo no início, aprender como beber sakê significa buscar maneiras de apreciar melhor essa bebida. No Japão, existem rituais, mas não precisamos ir tão longe. Seguem alguns utensílios para auxiliar na degustação:

  • Garrafinha e copinhos (Choko e Choco) — de porcelana ou cerâmica, têm capacidade para 180ml e para doses de 45ml, servidas nos copinhos.
  • Jarra (Tokurri) — para servir doses maiores de sakê, entre 180 e 360ml.
  • Masu — é aquele copinho quadrado, bem tradicional e também usado como forma de medida. Embora seja mais usado em cerimônias, nada impede que você adote esses copos na sua casa.

Vale lembrar que o sakê também pode ser servido em taças de licor, cachaça e até aqueles copos de shot.

E uma curiosidade para arrematar o post: muito embora o sushi possa parecer a pedida certa para degustar o sakê, a verdade não é essa. Por serem dois elementos de mesma base, o arroz, eles não se complementam para extrair os melhores sabores e aromas um do outro. Na hora de harmonizar, prefira os sashimis, além de peixes assados ou grelhados com legumes.

Agora que você já aprendeu como beber sakê, aproveite para se deliciar entre sabores e possibilidades dessa icônica bebida japonesa. E comente aqui as suas experiências e dúvidas!

 

Compartilhe: Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0